ATENÇÃO: Convite Especial Para As Mulheres Que
Querem Ser Quem Gostariam De Ter Sido Ainda Esse Semestre

Ainda Dá Tempo de Ser a Mulher Que Você Gostaria de Ter Sido!

Como Fazer Isso Nos Próximos 60 Dias
E Ainda Ganhar Um Plano Para Os Próximos 12 Meses

60 Dias de Mentoria, 8 Reuniões Online, Treinamentos e um Plano de Ação Personalizado Para Te Mostrar Que Ainda Dá Tempo De Você Se Tornar a Mulher Que Você Gostaria De Ter Sido!

Querida Amiga,

Nos últimos dez anos, eu participei de inúmeros seminários, workshops, mentorias, cursos e MasterMinds que geraram uma transformação extraordinária em minha vida. Apesar disto, eu preciso confessar que eu não fiz nada de indecifrável.

Durante 60 dias, vou te acompanhar em um pequeno grupo. Neste grupo, vou compartilhar os bastidores integrais de Como É Possível Se Tornar Quem Você Gostaria De Ter Sido e que, até aqui, Ainda Não Conseguiu.

Não somente a minha experiência, mas de tantas outras mulheres que são acompanhadas por mim. Quando você vir este método de perto, provavelmente irá pensar: "Tem certeza que é somente isso?".

Por mais que me chamem de "Poderosa", "Sortuda" e até de "Mentora", a verdade é que tudo o que faço é simplesmente seguir um processo.

Mas talvez eu tenha um único fator que esteja me colocando em grande vantagem: Eu sou muito obediente.

Sim, eu sou O.B.E.D.I.E.N.T.E!

Apesar de ser "loira", estou longe de ser uma "mulherzinha superficial e burra" do tipo que assume grandes riscos à toa ao deixar de seguir conselhos de quem já chegou lá.

Possivelmente pelo meu começo na vida adolescente. Eu tinha 11 anos quando meus pais se divorciaram e de menina bem-nascida, vi despencar não apenas o sonho de um casamento que tinha absolutamente tudo para fluir, mas, o pior: assisti a derrocada do meu lar. Tudo o que era vendável dentro de casa foi sumindo aos poucos, bem na minha frente. O micro-ondas foi trocado pela conta do mercadinho. O vídeo-cassete, pela mensalidade do ônibus escolar. O freezer em troca de dinheiro para pagar a conta de luz.

Eu era uma criança emocionalmente saudável, com Q.I. acima da média e potencial para grandes conquistas. Do dia para a noite, a promessa de me tornar uma grande mulher deu lugar a uma concha onde me retraí em busca de acolhimento para tanta dor.

Não bastasse sofrer os danos materiais, presenciei várias discussões onde meus pais se agrediam verbalmente e, certa vez, meu pai, alcoolizado, agrediu fisicamente minha mãe. Resultado: sofri de enurese noturna traumática até os dezoito anos. Vocês podem imaginar o nível de constrangimento e angústia durante este processo.

Minha adolescência foi marcada por ações de uma mãe muitíssimo batalhadora, superprotetora e pouco presente por conta do excesso de trabalho, um pai ora ausente, ora neo-presente e uma autoestima plenamente comprometida pela ideia de que relações saudáveis sempre possuiriam prazo de validade, que estudar menos que TODOS OS DIAS seria sinônimo de superficialidade, que a beleza e o valor andavam juntos, portanto só seria possível ser plena na juventude e que ao tornarem-se mães, mulheres não teriam o direito de pensarem primeiramente em si, já que homens eram abusivos e caberia às matriarcas o papel de fazer seus filhos darem certo.

Que tiro foi esse?

Um tiro certeiro nas possibilidades de crescer emocionalmente e de expandir meus talentos, aqueles elencados pelas mesmas pessoas que, não intencionalmente, o reprimiram. Resultado: cada oportunidade incrível que me convidava a deixar a concha, era suprimida e boicotada por mim, num ato de auto-comiseração. "Não estou pronta", "Não sou boa o bastante", "Sou uma fraude", "Não tenho competência técnica suficiente", "Não valho à pena", "Não preciso tanto assim do pódium", "Ser mais uma não pode ser tão ruim".

 

Um trajeto íngreme, duro, cheio de "mas você tinha tudo pra ganhar aquele concurso", "puxa, aquele comercial era sua cara", "nossa, mas você era a mais preparada da turma", "não acredito que aquele cara não te levou a sério". Um monte de "quases" que definiam meu caminho de volta à concha, os "quases" destruidores de possibilidades tão realizáveis e que colocavam na categoria de "sou apenas MAIS UMA NA VALA COMUM"...

 

Faltando dois meses para meu aniversário de 17 anos, fui convidada a me retirar da minha própria casa. Eu quase morri de desgosto. Pedi para meu avô paterno que me acolhesse, já que não podia contar com meus pais e com qualquer outro parente. Fui acolhida sem o suporte emocional necessário  e sabia que a partir dali, eu teria que dar um jeito de assumir as rédeas da minha história.

 

Completei 17 anos e para intensificar minha baixa autoestima, meus pais sequer me telefonaram para me parabenizar. Nada de festa. Nada para comemorar. Tudo me dizendo que eu era mais uma cidadã refém de um sofrimento injusto, nefasto.

 

Ainda assim, romântica e forte, eu sonhava encontrar um trabalho que me permitisse a importância que no fundo, bem lá no fundinho da alma, eu achava que merecia. À época, eu trabalhava no Shopping Paulista como vendedora de uma loja bastante famosa de vestuário feminino. Trabalhava pra caramba, era quase sempre a funcionária que mais atingia as metas, mas não me orgulhava do que eu estava me tornando.

Ninguém quer ser "Mais Uma" ou "A garota linda e promissora
da adolescência que se acomodou e fracassou"

Todo mundo quer ser um sucesso. A mulher que deu certo na carreira. A esposa de sucesso. A supermãe. A filha que contribui com o bem-estar dos pais na velhice. A amiga inspiradora. A lady na mesa, a louca na cama, mas, acima destas, a luz da sociedade a que pertence.

Depois que você se entende como alguém solo, sem o aparato de proteção dos pais, você quer que dê certo. Aliás, pra ser honesta, precisa que dê certo.

Comigo não foi diferente. Meus familiares - aqueles mesmos que não me estenderam a mão quando mais precisei - foram contra: "Continue trabalhando, faça um "pé de meia", se case com alguém que possa cuidar de você e sossegue. É assim a vida!". 

Esse era o meu modelo de vida e era o que eu tinha como padrão.

Imagine só, eu sempre tive meu pai e minha mãe em casa, viajei com eles, todo final de semana tinha o meu pai e minha mãe em casa. Meu pai tocava violão e cantarolava Beatles e Rolling Stones pra mim, minha mãe me cobria de amor e adorava brincar de casinha comigo, eu era literalmente a princesa da família...

Sempre vi meu pai vendendo, ganhando boas comissões e minha mãe em casa, atendendo as necessidades das filhas, do lar, cheia de charme, como quem fraciona perfeitamente seu lado dona de casa com seu lado opulento.

Mas, de súbito, tudo isto se transformou num quadro diferente de tudo o que havia me construído como ser humano: um homem fracassado e deprimido que não soube perder a pose e recomeçar e uma mulher que precisou catalogar suas prioridades e nós, filhas, não pudemos ocupar o topo da lista por pura necessidade de nos sustentar.

Imaginem a dicotomia em que eu me encontrava. Eu tinha um medo surreal de fracassar como meu pai, de me tornar alcoólatra, de não ter forças para reverter os desafios, de destruir quem eu mais amava, de me destruir simplesmente por não saber pedir ajuda e simultaneamente, me cobrava a gana, o desprendimento, o choro sufocado, a frieza, a cabeça erguida de quem não podia falhar, quase uma responsabilidade sobre humana que havia infeccionado minha mãe, a dondoca que virou plebeia mas não deixou a peteca cair.

Resolvi arriscar. Sentia muito medo, mas a inércia me consumia mais que a insegurança.

Pedi demissão da loja em que trabalhava quando um grande amigo me inscreveu num concurso promovido por uma marca de esportes em São Paulo. Os jurados elegeriam a "Musa da Copa de 1998" e amigos próximos me diziam que eu preenchia os quesitos, que tinha potencial. Confesso que meus diálogos sombrios me desmoronaram em diversos momentos do processo eletivo e que eu quase sucumbi. Era como se uma parte de mim dissesse: 'Você nasceu para mais, continue' e outra gritasse em mim: 'Nem a sua família te acha especial, por que você ainda acredita?'.

Me mantive firme, disfarçando minhas mazelas emocionais e quando ouvi meu nome anunciado como ELEITA, desabei num choro quase convulsivo! Mais do que o título, mais que ser eleita a mulher mais bela da Copa de 1998, um alívio. Aquele momento foi muito marcante. Ali, timidamente, eu comecei a entender quais eram as formas que eu mesma usava para me sabotar e quais atitudes disparavam a mudança do meu diálogo interno a respeito de minha capacidade de dar certo.

Um dos segredos que ensinarei aprendi na fase pós-vitória. Ao usá-lo, comecei a ser lançada a outros níveis de vida e de conquistas. Um mês após o concurso, recebi o convite para ser Ring Girl Exclusiva de Acelino Popó Freitas, nosso campeão mundial de boxe. Quarenta dias depois, estava assinando meu primeiro contrato para estampar a Capa de uma Revista que mudaria minha história.

Desde os meus primeiros contratos com marcas, emissoras de tv e agências, eu tinha muito medo que não funcionasse, por isso eu me certificava de estar fazendo as coisas do jeito certo.

Mais do que isso, eu me certificava de que eu estava fazendo as coisas na ordem certa.

E foi simplesmente assim, antes dos trintas anos eu já havia ganho meu primeiro milhão de reais, recebido diversos outros títulos de beleza, conquistado uma carreira de sucesso na TV, estampado muitas outras Capas, viajado o Brasil praticamente inteiro e conhecido países que jamais imaginei conhecer.

Continuo uma grande "Sra. Obediência", tão obediente que para gerar qualquer trabalho ou vínculo com minha imagem faço uma análise detalhada do cenário e tomo decisões com base em conselhos do meu mentor, fatos, números e contexto. 

A Habilidade Mais Lucrativa de Todas
é a Habilidade de Tomar Boas Decisões

A habilidade de saber se comunicar é importante? Sim. Inspirar através de atitudes e de uma boa imagem pessoal? Também.

Mas nada se compara a habilidade de tomar boas decisões. Quando uma mulher é devidamente empoderada, isso gera famílias mais saudáveis e mais educadas e, em última análise, comunidades mais prósperas.

Foi essa habilidade que o meu "eu obediente" desenvolveu. Eu aprendi a olhar para o cenário atual e pensar: Qual é a decisão mais segura, orientada e capaz de produzir TODAS as mudanças necessárias para que uma mulher altere o panorama que a induz ao equilíbrio trabalho/vida e substitua pela meta de buscar uma GRANDE VIDA, preenchida com amor, família, satisfação, sucesso e relevância?

Se você não estiver tomando boas decisões para se tornar A Mulher Que Sempre Sonhou Ser, quem está?

Dizem que não existem resultados ruins, meramente escolhas ruins. Eu concordo. No ano de 1998 eu tomei uma decisão de pedir demissão. No dia seguinte a minha demissão, estava inscrita num concurso que alteraria todo o curso da minha vida.

Em menos de um mês, eu já não era uma vendedora de shopping que batia metas, eu era a brasileira mais bonita da Copa do Mundo de 1998, eu começava a delinear meu valor e apesar de ainda nutrir muitos sentimentos ruins em mim, eu já não era mais a mesma.

Uma coisa você precisa saber ao meu respeito. Eu não gosto de marcar passo. Vou melhorar essa frase, eu não sei lidar com o fato de não avançar na vida.

Não conseguir agir, procrastinar e não ter coragem para dar o primeiro passo foram elementos que sempre me angustiaram, por isso eu sempre procurei criar métodos que me obrigassem a agir.

Honestamente, não sei quando isto foi "gravado" em minha mente. Uma das histórias marcantes da minha infância era ouvir meu pai no final do dia prometendo que amanhã daria um jeito, que se comprometeria em virar o jogo, mas, durante a madrugada bebia meia garrafa de whisky e não tinha forças para acordar e correr atrás do prejuízo.

Quando isto acontecia, minha mãe gritava muito, chorava e frequentemente, ainda que sem querer, descontava em mim seu desespero. A sensação que eu tinha era de que havia um amanhã para recomeçar, mas que ele não era o dia seguinte, talvez o amanhã fosse apenas uma ilusão, uma promessa mentirosa.

Nesta fase específica, eu fazia judô no clube onde meu pai tinha um restaurante. Eu adorava as aulas, me sentia pronta para combater os monstros que me assombravam, era um jeito de desanuviar.

Me lembro que um dia eu fui convidada a me retirar do tatame porque a mensalidade estava atrasada há meses e eu não poderia continuar. Minha mãe foi me levando para fora da sala de judô e começou a chorar. Ela tentou disfarçar, mas percebi e aquilo foi muito dolorido para mim.

Talvez ali eu tenha originado este "medo" e posteriormente, como adulta, tenha originado essa meta interna de sempre buscar o avanço.

Particularmente, não sei qual é o seu cenário atual, como está seu nível de realização, como você tem encontrado sua voz e se esforçado para que suas frustrações secretas não se tornem públicas, mas, de uma coisa eu tenho plena certeza: em uma rápida conversa com você, eu sou capaz de localizar qual o caminho mais veloz, invulnerável e profundo para você chegar lá.

Eu te ajudo a Ter Orgulho De Si Mesma

Você cuida da Qualidade Dos Seus Sonhos

Eu gosto de REALIZÁ-LOS. Ponto.

 

Talvez por ter crescido vendo meus pais me admirando, talvez pelo fato de, ainda menina, eu sempre perguntar aos dois: "Sou especial?"...

 

Sempre que meus pais estavam estáveis, eu recebia um "Você é mais que especial, é única!" e isto realmente me fazia acreditar que eu poderia ser qualquer coisa que sonhasse.

 

Mas tem algo você precisa saber sobre meus pais...

 

...Dinheiro no bolso. Sorriso no rosto. Meus pais sempre amaram a estabilidade. Se você crê em signos, imagine o que significa um casamento entre taurino e capricorniana? Obviamente, além do dinheiro, meus pais gostavam do processo de uma vida redondinha, de um homem trabalhador, dando certo e uma mulher cuidando das filhas, de sua casa, aquele cheirinho de vida feliz…

 

Secretamente, torcia pelas vendas do meu pai e pelo empoderamento da minha mãe. Antes de dormir, eu orava pedindo a Deus que meu pai conseguisse, daquele jeito meio infantilóide. Eu não tinha noção de dinheiro naquele momento da minha vida, eu apenas queria ver meu pai feliz e tendo sucesso, queria ver minha mãe exultante pela casa, pois isso significava muito para nossa família, isso significava que eu poderia ser a menina dos meus sonhos.

 

Talvez você não enxergue seu poder assim como eu. Bem provável que não. Mas é incontestável que sua autoestima e autoimagem precisam estar conectadas com a Mulher Que Você Deseja Ser, caso contrário, sua semente de realização morrerá aos poucos.

 

Então, quero te fazer uma proposta: Que tal eu te orientar e explicar exatamente tudo o que você precisa fazer para Ser Uma Mulher Marcante e Amar Cada Minuto Disso? Resolvemos os seus bloqueios e você conseguirá ter Condições De Controlar Sua Agenda, Fará Com Que O Seu Melhor Se Torne Um Hábito Favorito e Perceberá Que Sua Vida Para O Mundo é Realmente Valorizada.

 

Parece um bom negócio?

 

Existem líderes femininas que estão estudando uma maneira de tornar as mulheres os seres mais poderosos do planeta quando deveriam enfocar em torná-las seres únicos que unem, não que dividem! Por qual razão você deseja se tornar uma Mulher Que Marca? É muito simples. Você sabe que é um GPS emocional, moral, social, familiar e espiritual com grande potencial! Acontece que tudo isto que você é está em sono profundo dentro de você.

 

Se você pode ter uma especialista lhe dizendo absolutamente tudo o que precisa fazer, por que você insiste em tentar fazer algo que não faz parte de suas especialidades? Isso simplesmente não faz sentido.

 

Recentemente eu emagreci 8kg. Um médico me acompanhou, me pediu exames e me disse exatamente o que eu tinha que fazer. Em 30 dias eu emagreci 8kg. Mas, enquanto eu (jornalista, palestrante, esposa e mãe full time) estava tentando estudar sobre como emagrecer, parecia muito cansativo e eu ficava ainda mais roliça.

 

Eu vou te ajudar durante 60 dias e você avançará no tempo em 1 ano!

 

Eu não preciso mais que 60 dias para conhecer seus bloqueios, seus bastidores, seus impedimentos profundos e desenhar para você um plano de ação imediato. Se você quer que alguém te diga o que fazer ao invés de você ficar "tentando" descobrir qual a melhor estratégia para o seu AVANÇO REAL, pode comemorar.

 

Sério, até quando você vai espiar a vida daquela mulher que secretamente admira e fingir que o fato de ela estar exatamente no lugar que você gostaria de estar não representa um grande incômodo pra cada dia da sua vida? Quando vai entender que você pode PAGAR alguém para pensar por você sobre estratégias que te tornarão realmente poderosa e realizada?

 

A minha proposta é muito simples e bem transparente. Você vai me pagar para que eu pense por você. Simples assim.

 

Eu vou analisar os seus problemas atuais, seus desafios e vou pensar em qual o melhor caminho para você ter pleno equilíbrio entre um lar amoroso, uma carreira que te realize, um relacionamento que te empodere e sobretudo, ter pessoas em sua vida que tenham prazer em te fazer sorrir.

 

Depois de pensar, vou dirigir: Faça isso e me diga o resultado.

Eu não preciso do seu TEMPO.

Eu só preciso que você acate meu parecer.

Pouco me importa se você anda sem tempo ou muito ocupada, simplesmente porque eu não preciso do seu tempo, eu só preciso que você esteja séria o suficiente para seguir minhas recomendações.

Se você estiver séria e me contar exatamente todos os bastidores da sua trajetória, eu consigo te ajudar na criação de um plano de ação para você se tornar "A Mulher Que Vai Marcar a Própria História" e a "História de Todos Com Quem Cruzar".

Você vai precisar dedicar um tempo na implementação? Sim. Mas implementar coisas que vão te gerar realizações é totalmente diferente de "tentativas" sem sucesso, confere?

O ponto chave é que eu não vou te pedir para estudar 50 aulas ou ler 50 livros. Eu já fiz isto por você. Vou falar especificamente. Seu cérebro funciona com especificidade. Você precisa fazer isto e neste tutorial você terá exatamente o passo que precisa.

Percebe a diferença?

Como é a experiência de fazer parte da Mentoria?

opinioes-michelly-pettri-pioker

Aqui está o que eu vou fazer por você na prática

Preliminarmente, existem três tipos de "bloqueios" de resultados para a grande maioria das mulheres.


Primeiro: Eu não tenho certeza do que eu estou fazendo com minha vida.


Segundo: Eu não estou conseguindo ir para meu próximo nível.


Terceiro: Eu detesto o que minha vida se tornou e não sei o que fazer para mudar.


Basicamente, esses são os três grandes problemas que nossa mentoria irá resolver. Primeiramente, vou entender exatamente o que você já fez, ou tentou fazer, vou analisar seus resultados e vou te apresentar a visão geral do nosso método.


Em seguida, vou escolher cuidadosamente qual comportamento você deve colocar em prática imediatamente, dentro dos 60 dias de mentoria e já vou te apresentar a primeira ação.


Com base nesse primeiro resultado prático, vou te orientar em seu plano total.


Tudo o que eu quero descobrir durante os 60 dias é qual o melhor modelo de estratégia para você ser lançada a um nível de realização que jamais experimentou, com mais sucesso e auto-estima. Só tem uma única maneira de descobrir: Fazendo.


1 - Despertando a Visionária:


Seguramente, todas as realizações de sua vida que te deixaram com o coração quentinho foram apenas sonhos de princesa em algum momento de seu caminho.


Para construir sonhos precisamos de visão além do alcance que é a capacidade de ver aquilo que ainda não se apresenta como realidade. Nossa imaginação é que cria os sonhos e todas as coisas são criadas duas vezes, primeiro na mente e depois no mundo físico.


Sonhar é fundamental! Que tal aprender a sonhar e, de quebra, a realizar de um jeito novo?


2 - Despertando o Conhecimento:


O quão conhecer as estratégias de algo importante pra você mudaria sua vida? Se você soubesse como conquistar alguém especial, como manifestar seus talentos diante de seu chefe, como se livrar de relações infrutíferas, como atrair prosperidade, como empoderar seus filhos, como determinar seu real valor e tantos outros elementos que te tornariam uma MULHER QUE CONQUISTA TUDO QUE QUER, como seria acordar todos os dias?!


O conhecimento é o que diferencia uma pessoa de outra.


Por meio do conhecimento é possível centuplicar o próprio valor pessoal e, à medida em que for adquirindo mais conhecimento, seus sonhos também vão ficando maiores.


Consequentemente, você não para de crescer, está sempre avançando na direção dos seus sonhos!


3 - Despertando Relacionamentos:


O poder da ASSOCIAÇÃO é evidente. Você precisa aprender a chamar para perto de si gente que tenha alma de superstar, que, apesar de sentir gratidão, ache pouco tudo o que tem e queira mais, deseje ser mais e te convide a ser mais! Ninguém alça grandes voos dentro de um covil, é preciso associar-se às águias!


4 - Despertando a Abundância:


Colhemos tudo aquilo que plantamos e de forma muito superior ao volume plantado.


Podemos ver, com efeito, essa operação acontecendo no trabalho do campo, quando o agricultor colhe o resultado da semente que lançou na terra.


NESSA MENTORIA EU VOU TE REVELAR O SEGREDO DE UMA VIDA PRÓSPERA, PLENA E COM PROPÓSITO, E SE VOCÊ QUER CONSTRUIR RIQUEZA MUITO ALÉM DOS SEUS SONHOS MAIS LOUCOS, SÓ FALTA VOCÊ CONHECER ESSE SEGREDO.


5 - Despertando a Mulher Poderosa:


O poder da PALAVRA é o maior poder do universo!


As palavras produzem efeitos que podem ser altamente construtivos ou perigosamente destrutivos.
Talvez você não esteja vivendo sua vida como gostaria porque ignora ou não conhece o poder da palavra.


Você já se deu conta de que pronunciar palavras negativas produz impacto nocivo na vida de qualquer pessoa e gera escassez? Por outro lado, PALAVRAS POSITIVAS geram mentalidade de abundância e elevam o jeito de performar!


Quer aprender as dez palavras que mais geram abundância em sua vida? Nesse caso, seu lugar é exatamente aqui comigo! Vou te ajudar a descobrir tudo isto em poucos dias.

60 Dias seriam suficientes para Destravar?

Honestamente, 30 dias seriam mais que suficientes. 15 dias seriam provavelmente suficientes para a maioria das mulheres. Contudo, para que haja tempo não apenas para orientá-la, mas também acompanhar sua implementação, decidimos estender para o período de 60 dias.

 

Na prática, você terá respostas, método, direcionamento, acompanhamento e, principalmente, algo que dificilmente conseguiria comprar em qualquer outro lugar: a minha experiência!

 

Sendo honesta com vocês, meninas, algumas pessoas quando entram na Mentoria e executam as primeiras orientações, sozinhas, já conseguiriam ter seus primeiros resultados. Então, eu não tenho muito mérito nessa parte.

 

Mas a resposta para essa pergunta é: Você vai participar? Você vai me fazer perguntas? Se você participar, 60 dias será tempo suficiente para você avançar 1 ano em sua vida! 

Grupo de Acompanhamento, Processos e Modelos Prontos!

ebooks-mpp

Como membro da Mentoria Online você irá receber alguns bônus. Serão treinamentos, processos e modelos prontos para você consultar durante e depois da Mentoria.

 

Lembre-se: Você não precisa estudar tudo, assistir tudo. Eu vou te orientar especificamente o que e qual material você precisa, qual norte seguir! Parece um bom plano?

 

Mais uma vez, você não precisa se tornar uma Mulher Que Marca Instantaneamente, tudo o que você precisa são de pequenos pedaços de conteúdos. Nada mais que isso.

Vou Te Ajudar a Se Tornar A Mulher Que Você Sempre Quis Ser,

Mais Poderosa, Realizadora, Feliz e Liberta e
Ainda Vou Economizar o Seu Tempo

Você decidiu se tornar uma MULHER QUE PODE TER O QUE QUISER e esse é um caminho sem volta. E você não quer viver somente para você, correto?


Você quer ter tempo com sua família e quer fazer muitas outras coisas da sua vida, não é verdade?


Bem, se antes de tudo o que leu até aqui, se tornar uma mulher realizada era algo que tomava muito o seu tempo ou te deixava frustrada, essa é a sua chance REAL de transferir para mim um pouco desse peso. O que você acha?


As promessas que eu estou fazendo aqui são bem agressivas, mas como eu vou trabalhar pessoalmente com você, lado a lado, fico tranquilíssima, pois será relativamente fácil te ajudar.


Obviamente, nós só iremos aceitar na mentoria MULHERES que eu sei que vou conseguir ajudar. Essa é uma recomendação do meu mentor! Eu sou obediente, lembra?

Quanto é preciso investir para participar da Mentoria?

Bem, eu decidi criar um grupo de Mentoria Online para reduzir o risco de quem não me conhece de perto. Basicamente, dou uma oportunidade acessível para ter 60 dias comigo e 8 encontros online.

Você fará parte de uma comunidade secreta no Facebook. Acesso direto comigo e aoNETWORK dos membros. Será o local certo para compartilhar suas vitórias e o melhor, terá a oportunidade de aprender como outras pessoas do grupo tem superado seus obstáculos com estudo de casos REAIS!

Eu não posso colocar valor nessa comunidade. Que valor eu posso dar em pessoas de iniciativa, que tiveram coragem em melhorar e que querem alcançar um próximo nível?

Naturalmente, algumas das mulheres que experimentam o impacto emocional em suas vidas logo no início, tomam a decisão de avançar para os meus grupos e receber um acompanhamento anual.

Então, esta é a razão por trás da Mentoria Online. Essa é minha maneira de encontrar Mulheres Poderosas que eu conseguirei empoderar para que se tornem ÚNICAS, mas que hoje, ainda estão marcando passo.

Por isto eu coloco um valor tão acessível para uma experiência tão intensa e completa. (Obviamente minha equipe filtra muito bem os participantes).

E aqui está o valor para você fazer parte da Mentoria Online.

MENTORIA ONLINE COM MICHELLY PETTRI PIOKER

R$1.997,00

Até 12X de 199,70

(*Inscrições só podem ser realizadas após entrevista de qualificação)

60 Dias de Mentoria

8 Reuniões Online

Área de membros (Gravações, e-Books, Conteúdos e Modelos Prontos)

Grupo Secreto no Facebook

Quanto é preciso investir para participar da Mentoria?

A escassez é algo muito delicado. Quando você entra na fase de ficar pensando: "Estou travada, estou em declínio, não vejo mais como me livrar disto tudo..."é muito fácil tomar decisões erradas".


Há alguns meses, fui abastecer meu carro e por conta de uma nova suposta greve, encontrei uma fila colossal. Tranquilamente entrei na fila e fiquei esperando. Mas, a todo momento, alguém tentava furar a fila e iniciava uma discussão com os frentistas. Alguns diziam: "Mas eu vou ficar sem gasolina".

 

A frentista repetia: Existe uma fila. Você está perdendo tempo. Vá para a fila, tem mais gente chegando. Infelizmente, eu não posso te passar na frente.

 

Eu passei cerca de 10 minutos na fila e fui atendida! Até o momento de ir embora, vi algumas pessoas discutindo e tentando furar a fila.

 

Não sei até que ponto aquelas pessoas estavam realmente sem gasolina, mas, se tivessem ido diretamente para a fila, teriam sido atendidas e teriam seus problemas resolvidos rapidamente. A mesma coisa acontece com algumas mulheres.

 

Elas ficam tentando furar a fila, dar um jeitinho, encontrar um atalho. Existem momentos em que você tem que seguir a recomendação e ponto final. Não tem jeitinho. Não tem charminho. Não tem sedução. Faça o que precisa ser feito, faça o certo e não discuta.

 

Agora, você precisa tomar essa decisão: Você vai fazer o que precisa ser feito? Mesmo que nesse momento seja desconfortável ou maior do que você acha que pode dar conta?

 

Se você decidir que vai fazer a coisa certa, eu posso te ajudar de verdade. Contudo, se você quiser continuar dando um jeitinho, eu não posso te ensinar a ser poderosa.

 

Se você está séria em sua decisão de levar sua vida e suas conquistas para o próximo nível, a Mentoria é para você!

 

Veja o que algumas mulheres falam
sobre a experiência de participar dos meus grupos

Dra. Vanessa Sisto | Fisioterapeuta

Andreia Gomes | Executiva

Adriana Sanches | Empresária e Expert em Fotografia Newborn

Pronta para se tornar uma Mulher Que Marca?

Uma mulher que faz a diferença e atinge resultados onde antes não tinha nada, sim ou não?

 

Ser uma Mulher Impactante que promove sentimentos bons nas pessoas e ama cada minuto disto? Perceber que sua contribuição para a vida de quem você ama é valorizada? Viver a plenitude da autoestima e conquistar seus sonhos? Ter orgulho de si mesma? Fazer sua família feliz? Ser uma mulher benquista e bem-falada nas rodinhas, especialmente quando você não está por perto? Amar o jeito como você leva sua vida? Ser a Mulher que está no momento certo e não mais uma que se habituou a ir, ir, ir, sem jamais chegar?

 

Se você precisa de direcionamento, orientação e um método validado para te ajudar a ser quem você SONHA EM SER HÁ TANTO TEMPO, você encontrou o lugar certo.

MENTORIAcomMICHELLY

Sua Oportunidade de Criar Metas Para Sua
Performance Poderosa Começa Hoje!

Modestamente, vou mencionar algo que talvez eu não precisasse dizer, mas acho difícil alguma concorrente minha conseguir alcançar minha margem de resultados e o meu talento para transformar mulheres de modo tão assertivo.


Eu aprendi que o que importa não é tanto o quanto você ganha, mas o quanto fica em seu bolso. Eu prefiro dinheiro no bolso, sonhos realizados e uma imagem de poder que me permita viver tudo o que é importante para mim, e você?


Se você deseja esse modelo com foco no método, provavelmente a mentoria é para você.


Eu também acredito que cada pessoa tenha a própria jornada, você não precisa se comparar a nenhuma outra mulher, apenas compare-se com seus resultados. Todavia, em nosso modelo de ações, existe uma estratégia que fará com que você deixe outras mulheres fascinadas por você.


Hoje, tenho concorrentes que considero grandes parceiras.


Por que? Simplesmente porque elas preparam meu caminho.  Elas ensinam o básico, ajudam as mulheres a começarem uma mudança sutil. Então, chega um momento em que a mulher pensa: quero mais, quero uma mudança de verdade, quero ser realmente diferenciada.


É nesse momento que ela me encontra.


Se você quer se tornar tudo aquilo que admira em outras mulheres e que gostaria de trazer à sua realidade de um jeito só seu, essa é sua oportunidade.

Seria essa a sua última oportunidade de receber minha Mentoria?

Eu não quero criar "drama", mas essa provavelmente será a minha última ou uma das minhas últimas turmas de Mentoria Online.


Por que?


Simplesmente porque os meus grupos estão quase atingindo o limite máximo. Além disso, quando eu abro a Mentoria, durante 60 dias eu me dedico 110% para esse grupo de mulheres. Não é sempre que eu posso fazer isso.


Apesar de ser diversão para mim (na maioria das vezes) e também ser algo lucrativo, não é algo que eu pretenda fazer sempre.


Se você precisa de ajuda imediata, está cansada de deixar para depois, pode ser um risco muito alto para você correr.

A Minha Garantia de Reputação

 

Eu pensei em criar uma "Super Garantia" algo do tipo: Se não gostar da primeira reunião você pode pedir o seu dinheiro de volta, etc.

 

Mas eu aprendi que esse tipo de garantia só serve para atrair pessoas não tão honestas assim. Todo mundo sabe que na vida existem riscos. Então, eu não vou te oferecer nenhuma garantia desse tipo.

 

Eu vou te fazer uma proposta bem diferente. Se você participar da Mentoria e não gostar da experiência, sentir que foi uma total perda de tempo, Vou te pedir algo diferente.

 

Você não precisa gravar um vídeo ou nada do tipo. Eu vou te pedir que você fale mal de mim para o maior número de pessoas possível. Se quiser gravar um vídeo, pode fazer isso também.

 

Devolver o dinheiro é muito fácil. Mas colocar o seu nome em risco é completamente diferente.

 

Eu estou tão certa de que os participantes irão ficar extremamente felizes com a experiência, que coloco a minha marca em risco.

 

O sábio Salomão nos ensinou: "O Bom nome vale mais do que muitas riquezas". Eu acredito fielmente nisso!

 

Parece um bom negócio? Se você não ficar feliz, sinta-se à vontade para falar mal de mim para quantas pessoas você conseguir. Que tal?

 

Eu sei que isso não vai acontecer, mas é só para te deixar ainda mais tranquila. Entretanto, vou te pedir uma "contra-partida". Se você ficar feliz, fale bem de mim pelo menos para duas pessoas.

 

Combinado?

 

80% das mulheres que estão em meus grupos vieram de indicações dos próprios membros. Estou falando de mulheres que investiram muito dinheiro para participar de um grupo sem sequer me conhecer direito. Apenas por indicação.

 

Honestamente, hoje me sinto grandiosamente preparada para ajudar todas as mulheres a se tornarem marcantes e poderosas, de um jeito comprovado e certeiro. Depois de anos, centenas de projetos, dezenas de alunas, sei que decisões uma mulher precisa tomar.

 

Se você quer minha ajuda para transformar-se em uma Mulher Que Marca e realizar seus projetos com facilidade e destreza, essa é uma rara oportunidade de me ter como sua consultora durante 60 dias.

 

Juntas somos mais, lembre-se que o tempo está rodando.

 

Te vejo na Mentoria, querida.

 

Michelly Pettri Pioker.

©2019 Todos direitos reservados @ Michelly Pettri Pioker